• Publicado em

    Youtuber Marina Joyce é encontrada após 10 dias sumida

    A youtuber britânica Marina Joyce, de 22 anos, foi encontrada, informou neste sábado a Polícia de Haringey, em Londres, na Inglaterra, através de uma rede social. A jovem passa bem. Ela estava desaparecida há 10 dias. Ela tinha sido vista pela última vez, em 31 de julho, em Londres.

    Marina foi achada e passa bem, diz tweet
    Marina foi achada e passa bem, diz tweet

    A entidade britância “Missing People”, que atua como uma organização para encontrar pessoas desaparecidas e que havia publicado a informação sobre o desaparecimento da youtuber, também confirmou que ela foi encontrada.

    Leia também: Projeto de Lei quer garantir que salário mínimo chegue a R$1.040 em 2020 

    O desaparecimento de Marina Joyce chegou a ser um dos assuntos mais comentados no Twitter nesta semana.

    Marina Joyce tem milhares de fãs na internet
    Marina Joyce tem milhares de fãs na internet Foto: Reprodução do Youtube

    Fama após polêmica

    Marina ganhou notoriedade mundial em 2016, após fãs especularem que ela estaria mandando mensagens subliminares em seus vídeos para que fosse socorrida.

    O site Missing People, que atua como uma organização para encontrar pessoas desaparecidas, fez um cartaz para ajudar nas buscas pela youtuber.

     Leia também: Olimpíada de Inglês acontece em setembro 

    Cartaz que pede ajuda para encontrar youtuber Marina Joyce
    Cartaz que pede ajuda para encontrar youtuber Marina Joyce Foto: Divulgação

    Na época, a história foi uma das mais comentadas nas redes sociais com teorias de que Marina tivesse sido sequestrada. Os fãs diziam que a youtuber pedia para que fosse resgatada, pois estaria em perigo — os indícios para isso iam desde um sussurro em um vídeo que parecia dizer “help me” (“socorro”, em inglês) a reflexos de um homem no olhar da influenciadora.

    Em certa ocasião, jovens ingleses chamaram a polícia após Marina chamar o público em uma festa no leste de Londres; eles suspeitaram que o convite era uma forma dela dizer que tinha sido sequestrada. Fonte/Extra

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.