• Publicado em

    Zé Eliton ganha musculatura

    Por Ronaldo Garcia

    O senador Ronaldo Caiado (DEM) continua liderando as pesquisas ao governo de Goiás, com 38% das intenções de votos. Em abril, aparecia com 39,7%. Logo em seguida aparecem, com 10% e 5,6%, o atual governador Zé Eliton (PSDB) e o deputado federal Daniel Vilela (PMDB), respectivamente.

    Fato novo é que o governador Zé Eliton começou a ganhar musculatura. Na pesquisa de abril, ele aparecia com 6,7% das intenções de votos. Ou seja, teve um crescimento de 3,3%. Outro fato relevante é que sua rejeição é de 18%, Caiado lidera com 20,8%.  Se continuar neste ritmo de crescimento, poderá descolar-se do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) e caminhar com as próprias pernas, uma vez que o tucano será o responsável pela coordenação de campanha do presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) e estará muito ocupado com sua própria candidatura ao senado. Além do mais, Marconi não terá uma campanha ao senado tão tranquila assim. Diferentemente de 2006, quando deixou o governo de goiás com alta popularidade para ser senador, o peessedebista enfrenta uma alta rejeição e terá pela frente uma eleição difícil contra o vereador Jorge Kajuru (PRP) e a senadora Lúcia Vânia (PSB) que pleiteiam, também, a vaga de senadores e são fortes candidatos.

    Quando vice-governador, Zé Eliton era político discreto e de bastidores, em 2016 tornou-se secretário de Segurança Pública de Goiás ganhando mais visibilidade e aumentando seu gabarito para as eleições.  Assumiu o governo em 06 de abril, quando Marconi afastou-se para concorrer ao senado e agora tem a máquina administrativa e sua caneta para reorganizar a equipe que caminhará com ele nesta eleição. Zé Eliton e seu grupo político pretendem formalizar uma forte aliança com até 18 partidos para fazer frente ao favoritismo de Caiado e, ao mesmo tempo, barrar o crescimento do deputado federal Daniel Vilela.

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
    Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
    Se você se interessou por esse artigo, ao comentar marque a opção publicar também no Facebook.